ENAPET 2012


O Programa de Educação Tutorial (PET) foi criado em 1979 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com o nome de Programa Especial de Treinamento e em 1999 este programa foi transferido para a Secretaria de Ensino Superior (SESu), ficando a sua gestão sob responsabilidade do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior - DEPEM. Em 2004 o PET passou a ser identificado como Programa de Educação Tutorial. Os grupos PET são formados por “[...] grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior (IES) do país, sendo um grupo por curso (MEC, 2007; Manual de Orientações básicas, 2006). (Conexões e PET interdisciplinar).


O Programa tem como objetivo fortalecer e apoiar atividades acadêmicas que integrem ensino, pesquisa e extensão, por meio de uma formação pautada no desenvolvimento de atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência.  Os grupos são fundamentados na aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar, contribuindo para uma formação acadêmica de qualidade dos alunos de graduação, estimulando a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica, formulando novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país, e estimulando o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania e pela função social da educação superior (MEC, 2007).

A manutenção deste Programa envolveu inúmeras lutas para sobreviver no cenário educacional brasileiro, e ao longo da sua jornada foram organizados encontros Nacionais e Regionais, que propiciaram discussões, troca de ideias e experiências entre os grupos que ali se reuniam. No ano de 1996, durante a 48º Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em São Paulo, foi realizado o I Encontro Nacional de Grupos PET (ENAPET), cujo objetivo principal era ampliar os conhecimentos entre os grupos e possibilitar a troca de ideias sobre o Programa. A realização de tal evento não obteve apoio da CAPES, responsável na época pelo Programa. Portanto, a organização e a divulgação foram realizadas de forma simples, com anúncios na programação da SBPC e através de cartazes distribuídos pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Apesar das dificuldades enfrentadas na divulgação e contatos com os grupos PET de todo o Brasil, o encontro surpreendeu quanto ao número de participantes (cerca de trezentos, entre bolsistas e tutores), além de um representante da assessoria de relações públicas da CAPES.

Os principais objetivos deste encontro são:

    a) promover a integração dos grupos PET no Brasil;

    b) discutir as dificuldades enfrentadas pelos grupos;

    c) articular e incentivar a integração dos grupos nas discussões acerca do cenário educativo nacional .

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) encontra-se, atualmente, com os seguintes grupos PET, a constar: Biblioteconomia, Ciências Biológicas, Ciência da Computação, Ciências Sociais, Direito, Física, além dos PETs conexão de saberes, que pretendem sediar pela primeira vez o Encontro Nacional dos Grupos PET’s (XVII ENAPET)  nesta universidade, no período de 22 a 27 de julho de 2012, que contará com uma programação que incluirá palestras, debates, oficinas, apresentação de trabalhos (painéis e simpósios) e grupos de discussão.

Realização:

Organização:

Apoio: Patrocínio:

logoufma

interpetproen  sem ttulo-3

 

sesc

Untitled-3